Fatos históricos das resistencias

POLITICA PARA SALVAR DE ALGUMA COISA DA MEMÓRIA

Depois de varios séculos sob dominação dos capoeiras que leva a repressão policial exercida contra estes implicados em grande maioria a fatos delituosos a cible os estados que são Rio, Bahia e Pernambuco fez-se também de certa motivação para que nem de tudo se perdesse, por através de tentativas de sauvarem-se as coisas tomando por parametros , ideis de uma regulamentação do fenomeno por atrair gente de todas classes sociais , transformando-a para uma forma de ginástica.
As primeiras vezes em que ouve-se falar registran-se em 1889 na Ilha de Fernando de Noronha colonia penal,a partir de reaproveitamentos das habilidades dos capoeiras , forma desportiva liberada pela policia.
Em 1928 surge no Rio de Janeiro o primeiro Código Desportivo de Capoeira sobre o nome de Gymnaástica Nacional (capoeiragem)Methodizada e Regrada trabalho de autoria de Anibal Burlamaqui (Zuma),o livro contém uma nomenclatura ilustrada de golpes e contra golpes,área de competição,regulamentos de competição,critério de formação de arbitros,uniformes,formação de árbitros e demais informações…
Na Bahia para sobreviverem ,por astucia dos capoeiras baianos a principio encontram nas sonoridades do arco musical berimbau, la pelo sec. XIX uma utilidade para soar de alarme face a chegada de estranhos ou da policia as vezes a cavalo, cujo um toque tornou-se cerebre até hoje como toque de cavalaria.
Depois que percebem que as sonoriadades também exerciam influencias moderadoras sob os desenrolares das habilidades(que fogem e fazem por contato físico), principalmente na acão dos contatos fisicos,veem assim uma possibilidade civilizadora para um desenvolvimento social,nomeada de; A Capoeira folclorica e daí mais adiante de angola(capoeira angola),
Nota:No deslocamento dos europeus para as américas1492,criou-se o termo novo mundo,por ser continente existente mas até então desconhecidodestes do velho mundo(Europa,Asia e África).
No caso da capoeira não se tratava de um novo era conhecido e com o peso de agravantes sob este, por causa das implicações do passado para o juridico , com ou sem berimbau,capoeira estava sob obstrução policial por causa de antecedentes criminais apesar dos requintes justificando para nova cara.
Novo aí seria algo inventado naquele momento desconhecido de ruin ou bom,como a Novidade da Gymnastica Nacional Desportiva,cuja a mesma também não existia oficialmente nesse ambito registrado na federação europeia de ginástica desde 1881.

POLITICA PARA NÃO TER QUE DEIXAR ABANDONADO O BERIMBAU

Certa incompatibilidade se deu entre a capital Rio de Janeiro e a Bahia pois! pela capital para através da policia dos outros estados, pelas regras definidas , o berimbau tinha que ser abandonado para reconhecimento do cumprimento estabelecido.
Novo por novo a bahia sugere de um arranjamento de luta de sobrepostos de autoria de mestre Bimba que tirando da ideia dos angolas utilizava apenas de um berimbau para seu aquecimento antes de subir ao ring pra lutar .
O mesmo fundou o Centro de Cultura Fisica e Luta Regional. Através do Alvará 111 da Secretária de Educação, Saúde e Assistencia de Salvador . Que obtem aceitação social…

1937 novidade por novidade o berimbau fez para o selecionamento e assim por conta deste instrumento musical tomado por « capoeira »vem o apelido de capoeira regional no lugar do nome oficial luta regional.
Uma aceitação social que faz por evoluir a confusão e um processo de destruição de identidade cultural africana , para fazer a distinção ten-se Mestre Pastinha na direção do Centro Esportivo de Capoeira Angola 1941 BA ,onde a principal razão era a fazer pela conservação das habilidades não dissociada da cultura e donde extraen-se , para o que os metem em valores por construção própria .
Depois de 1937 para outros estados ,muita mais se populariza, o que de mestre Bimba…

           CECA – Bahia 1941 em sua primeira diáspora

A revitalização do CECA(Centro Esportivo de Capoeira Angola ),no Largo do Pelourinho 19, fundado em1941 em Salvador  na Bahia ,local da   atividade que ficou meia que retraida ,  depois de ter Mestre Pastinha ,esse lugar de ensino retirado  e por se ver impedido também de continuar por ter   ficado cego.

Não esta  falando  com honestidade dessa revitalização,sem se passar pelo nome de Pedro Moraes Trindade o Mestre  Moraes,depois de sua vinda para o R.J. nos anos 70 por ocasião de ter que prestar serviço militar no Corpo de Fuzileiros Navais.

Na oportunidade como praticante das habilidades da capoeira  do berimbau angola, começa a frequentar algumas referências de capoeira e neste decorrer a ensinar de seu legado adquirido na  escola do Mestre Pastinha.

Nessa época o mais popular  pelo berimbau era a Luta Regional Baiana ,um arranjamente,de compenssação paro o lugar de capoeira , desenvolvido por ideia do capoeira Mestre Bimba da Bahia , regulamentada nos anos 30 e com ferrenha hostilidade a que de Capoeira Angola ja que os mesmos ignoravam desta por tradições do berimbau.

Um primeiro Grupo por referência do Mestre Moraes chamou-se Modaruê (um grupo folclórico).

Mais precisamente em 05-07-1975,no Clube Gurilandia,bairro de Botafogo na rua Real Grandesa em Botafogo –zona sul do R.J. eu(Braga) ingressei como aluno ),nos identificava-mos por CAPOEIRA ANGOLA MESTRE MORAES,alguns alunos a época eram,Peçanha.Mano,Agostinho,Roberto , Amalia , as crianças Coruginha e Bisbo,quando   depois chegou Neco,Lumumba,Tete  ,Luiza, aos sábados pra roda vinham Marco Aurélio, Luiz ,José Carlos,Zé Carlos da Posse,Mestres como Luiz Malhado
.
O sistema de ensino de Moraes et o contra mestre Peçanha a época era para o confronto  , devido a filosofia dos capoeiras cariocas de substimações ao que de angoleiro.

No Clube Gurilandia Moraes passou Peçanha a Contra Mestre e a Mestre um cara que era da PM (Policia Militar) chamado zangão que eu vi só no dia que pegou a corda de mestre,.depois daí só soube que ja não estava mais entre os vivos  .

Nota: ainda em 1975 fui certa vez a Salvador (penso que pelo mes de outubro) pra ficar por  um fin de semana em frente ao Theatro Castro Alves onde estava domiciliado  e lá no Mercado Modelo,vi Dimola , Gajé e Surão mais não foi nesta que deu para conhecer  o Mestre Pastinha.

Em 28 de Dezembro de 1975,o Mestre Moraes com mais algúns de nós fomos a Salvador,nessa  oportunidade foi que conhecemos o Mestre Pastinha quem se lembrou de Moraes pelo nome de Pedrinho como aluno mais novo da casa, em seguida chegou dona Maria Romélia (mulher do mestre Pastinha).

Na festa do Bonfin,houve uma roda de capoeira onde Moraes jogou bastante e depois eu com mestre Santana(Macaco Preto) um pouco , pois era eu  iniciante pra mais que isso,por lá conheci também mestre Caiçara.

Em 1976 Mestre Moraes Passa a dar aulas em Nova Iguaçu(Academia Rive), são alunos : Zé Carlos , Luiz, Zé Carlos da Posse…
depois também em Bel for Roxo e alunos como:  Pedro Edinho as crianças : Chua, Choa e choua

Foi numa visita com o Mestre Moraes a uma  academia de capoeira regional no centro de caxias acho que do Mestre Josias, de quem Cinésio(Cobra Mansa) era aluno e onde tinha un outro de nome Baltazar… )que pela primeira vez jogamos , dai é que na oportunidade conheci também Jurandir(seu primo) que me convidou pra roda de Caxias as 10h00(aos domingos se não me engano) ,onde também conheci Russo, Peixe,Rogério…

Outro ponto também de frequentação da gente  era na feira de São Cristovão.

Em 16 de dezembro de 1978 , no Parque Lages – Jardim Botânico ,zona sul do Rio de Janeiro onde  Moraes estava dando aula , reuniu nesta manhã de sábado as 10:00 , todos alunos onde por certa  cerimônia fizeram  passagem  a posto de mestres os nomes de Braga,Neco e José Carlos e  a Contra Mestre o Marco Aurelio,estavam presentes os convidados a participarem os mestres Camisa(com alunos) e Preguisa.

Com  mais tres  Mestres e dois Contra Mestres  para o interesse Capoeira Angola , multiplicam-se assim as forças.

O  GRUPO DE CAPOEIRA ANGOLA PELOURINHO – GCAP) foi uma ideia que partiu do Mestre Neco  que de principio seria  a partir de  nós  os Mestres: Braga,José Carlos e Neco   , onde Mestre Moraes estaria   convidado a integrar  com os  demais contra mestres e alunos ainda com ele  ,pra o Neco isso evitaria  uma concorrência entre nos mesmos inclusive com nosso próprio Mestre pois! como uma   referência unica estaria-mos  mais  fortalecidos que em concorrencia  ja que os objetivos eram os mesmos a  concentrar da  força de quatro mestres e dois contra-mestres   na continuação  do resgate  dos valores da capoeira por de seus  valores  sentimentais cultural para então gerar , manter de uma politica , para melhor conservar dos exemplos  que ja vinham do CECA  dos quais continuava fiel o Mestre Moraes   para  seu trabalho no R.J. também  .

Tendo  Mestre Moraes aceito com  demais  Contra Mestres e  alunos cuja sua unica exigência foi  de manter as côres do preto e amarelo conforme no CECA , eu (Braga) de minha ideia  criei   o  simbolo/emblema do grupo  em forma, nome  e motivos .

Com acordo do Mestre  Josà Carlos,os Contra Mestres : Marco Aurélio e Peçanha,os alunos Elcio,José Carlos da Posse,Luiz negão  mais Pedro Edinho , em 05-10-1980 numa feira de artezanato do Cosme Velho zona sul do R.J. funda-se   com uma demonstração de capoeira e maculele o GRUPO DE CAPOEIRA ANGOLA PELOURINHO(GCAP),presentes os Mestres fundadores :Neco, Moraes,Braga,Zé Carlos , Contra Mestres  Marco Aurélio  e  os alunos nesta  fundação: Elcio e seu Irmão,Luiz ,Luiz irmão de Zé Carlos ,Zé Carlos da Posse, Pedro Edinho,Amalha,as crianças Choa,Chua e Choua.

Obs :antes de regressar definitivamente para A terra natal Moraes passou a posto de mestre também o Contra Mestre Marco Aurélio
Na verdade novos mestres e não primeiros ,respeitando o fato de que houve uma pessoa antes embora só mesmo o Mestre Moraes pode melhor esclarecer.
Entre 1979/80 por estar morando próximo da cidade de Deus , algumas vezes la frequentei por interesses da capoeira,mas a época era de grandes expectativas face ao crime e a policia .

Em 1981 com o falecimento do mestre Pastinha logo após fez-se uma roda anunciada no jornal HOJE depois de uma entrevista dada pelo Mestre Moraes onde disse morrer Mestre Pastnha mas não o último representante pois havia deixado continuadores e ele era um a representar isso nessa roda.

Em 1982 Mestre Moraes regressa definitivamente para Salvador,ficando  com os  Mestres que deixou a continuação do  GCAP (Localizado no Copaleme Praia Clube no Bairro do Leme Zona Sul do RJ, em seguida no IPCN –  rua do riachuelo 128 centro RJ (primeira sede provisória depois da obtenção do estatuto (lei Ruane) e UNE – rua do Catete 243 Catete RJ(segunda sede provisória após mudar do IPCN.                                                                                     (ver blog CAPOEIRA ANGOLA 05-10-1980 R.J.)    http://ceca807.wix.com                                                                                                                                                                                                                                          Voltando a viver em  Salvador -Bahia , Mestre Moraes  levou da experência do GCAP e  lá , localizando-se no Forte Sto Antonio Além do Carmo,Centro Histórico de Salvador (atual  Forte da Capoeira)  começa composto de um mestre(o Moraes) e alunos , o que mais tarde viria  interferir  nos destinos não apenas dos  angoleiros da Bahia  mas da capoeira como um todo.

Durante o primeiro ano de trabalho foi com mestre J. Pequeno que ja dispunha de um espaço no Forte  que o grupo começou antes de ocuparem outro comodo em cima.

Em 1985 realizou-se  uma primeira oficina Mostra de Capoeira Angola , onde reuniu numerosos antigos  mestres angoleiros da Bahia , algúns meios que afastado da atividade por falta de local pra se concentrarem , Mestres como :J.Grande,J.Pequeno.Barba Branca,Bobó,lua de Bobó,Curió,Paulo dos Anjos…o Rio de Janeiro(GCAP) se fez também   presente com  os mestres:Neco,Braga e José Carlos  e  Marco Aurélio.

Nota: Memória também de mestre Jõao Pequeno, mestre Curio… rodas no Cabula, Fazenda Grande…

Nota: Na evolução aparecem  mais gente , entre essas por ocasião de estar na Bahia , Cinésio(Cobra Mansa)começou então no GCAP – BA  como aluno indo no  decorrer  a Contra Mestre.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                          Por volta de 1981/2 soube que Cobrinha tinha ido para Salvador – Bahia,     com mesmo « 171 »   de peixe elétrico , ,banha pra curar reumatismo… conforme fazia antes também na Cinelandia no Centro do Rj junto ao mestre de capoeira animador de rua , chamado Tigre que , fazia show pra tomar dinheiro do público no que dizia que ia saltar no meio de um circulo de facas…

La na Bahia Cinésio(Cobrinha), apesar do posto ,tinha no intimo  perguntas quanto até onde de suas experiencias  aproveitadas de  anterior com capoeira   tinham haver ou       eram perdidos ,coisa que na responssabilidade de seu  status   a meu ver não seriam muito aconselhavél  de seguir para mais tarde ,  penso que fez bem de querer de acertar  da  deficiencia que de certa maneira  « marginalizava » …

O sistema de ensino do Moraes no RJ não se fazia do aluno aprender copiando o mestre mas !!! sim ,por através de uma pedagogia de  compreenções que  então  iam  ao encontro das mesmas razões que o faziam para se movimentar  transmitidos assim por de orientações  de seus mestres para também por  natural próprio de cada um la chegarem .

No Rio de Janeiro mesmos os demais do GCAP  não viam com simpatias não só Cobriha  mais!!!  todos que nos copiando  somente , viessem de querer  assim  se passar por de nós  ou se  tormarem por  de « mesmos no plano de importancia »  parecendo   não haver    da nessecidade  de  se ter que fazer uma formação  para tal , coisa meia que ultrajante e de  politica de  banalização sob um saber  por de  fontes sentimentais transformados em culturais ,

Vendo que ele no intimo assumia de não querer  se sustentar daí (  pois eu também passei por lá )  propus a ele  de chegar mais cedo no Forte Sto Antonio e também na Ribeira por ocasiões de me encontrar domiciliado la , para assim  ir  ensinando -lhe aos poucos das bases e compreenções necessárias ,para dessas evoluir  de  movimentos  e por si próprio decidi das filtragens , abandonos e conservações .

Em 1986 na segunda oficina GCAP -BA onde foi possivel ter representado  todos núcleos(Rio de Janeiro ,Belo Horizonte  e Salvador),na oportunidade  Moraes(Mestre) ,  passou Cinésio a posto de Mestre ( Cobra Mansa) e um ou dois anos depois Rogério rasta da Alemanha.

Nesse fortalecimento com mais o Cobra Mansa(Mestre) o GCAP-BA  se enganja mais ainda para  resgatar Mestres Angoleiros como foi com  o  Mestre J.Grande , trazido para vim viver de ensinar Capoeira Angola  como mestre do GCAP….de la as possibilidades para um núcleo nos  Estados Unidos também surgem.

Em 1987 terceira  oficina Mostra de Capoeira Angola

Em 1988 quarta  oficina Mostra de Capoeira Angola

Em 1989 quinta oficina Mostra de Capoeira Angola

Em 1990 sexta oficina Mostra de Capoeira Angola

EM 1993 sétima  oficina Mostra de Capoeira Angola com  reúnião dos núcleos  Rio,Bahia,Belo Horizonte,,Olinda e California

Outros do GCAP – BA  vieram como Valmir,Boca do Rio , Janja,Paulinha,Poloca ,Pepeu(un dos filhos do Moraes),Zéquinha (irmão de Moraes) ao posto de Contra Mestres por fin dos  anos 80 para 90.

Nota: o GCAP teve diáspora também nos anos 80 para minas por através de Jurandir e Rogério  (dois Contra Mestre  na öpoca),grupo composto por medonho,Leo

Nota: o GCAP Rio de Janeiro conta por duração de 05-10-1980 a 1993/4 quando de vez se extingue  seguindo seus membros por grupos de  criação própria.

Nota:de 1978 a 2011) mestres RJ : Braga,Neco,Jose Carlos,Marco Aurelio(05-10-1980) , posteriores Edson(através de min Braga), posteriores lumunba,Brinco,Pedro , Isac,Armando,Manoel,Baba , Contra Mestre :Urubu

NOTA : texto ainda de possíveis ajustes

 

 

 

 

 

 

Publicités